invisible invisible invisible invisible invisible invisible invisible invisible invisible invisible

a agoirar desde 2004

Busca    |    Arquivo    |    Temas    |    Ligações    |    Mediateca    |    Sobre o blog    |    RSS      |    Gosta?

sábado, 18 de dezembro de 2004

Sobre o blog

O blog

O Blog do Gato Preto nasce na ingenuidade e no improviso, lá bem no alto da minha arrogância. Da necessidade de afirmação pública das minhas convicções, das minhas dúvidas, das minhas paixões. Tão simples quanto isto.

Ainda vos digo que, mais que o órgão oficial da minha revolta, a revolta que sinto e que sinto ter o direito de ter, o Blog do Gato Preto é uma partilha. Jamais será este site a voz de outro que não eu. Querendo, muitos facilmente me situarão num qualquer ideário, político ou social -- estão no seu direito e, possivelmente, terão razão. Mas não me interessa. Estou-me nas tintas. Sempre preferi os labirintos às auto-estradas. Interessa-me, apenas, escrever como quem realmente sou. Quero a reflexão e a arte. Interessam-me no Blog do Gato Preto aqueles que buscam dúvidas para as suas certezas inabaláveis.


O autor

O autor vai falar de si na terceira pessoa, porque prefere que falem dele em vez de falar de si próprio. É extremamente modesto.

Nascido na lusa Aeminium há luas suficientes para pensar que já não é obrigado a aturar certas merdas, vai, até ver, aturando algumas. Porque se não comer, morre, é uma lei da vida. Depois de nascer, acho que não foi logo depois, inventou o amor e fez muitas asneiras, não necessariamente por esta ordem. Leu Torga e decidiu ler mais Torga, descobrindo que, às vezes, a poesia de um génio, semeada em campos inóspitos, floresce. O Padre Eterno era já finado quando o autor do blog leu Steinbeck e Hemingway, mas a sua falta já deixara de ser sentida. Passado é passado. Recordação, apenas a do ano de 1984, o trágico porvir que o generoso Eric Arthur viu e que vê quem quiser.

Amador sempre, ainda que lhe paguem, o Gato Preto é graduado em coisa nenhuma pela universidade da vida. Luzes da Ribalta, do saudoso Chaplin, é o filme da sua vida. Isto fica aqui bem, e toda a gente tem um filme da sua vida, não se pode ser diferente em tudo. Só dizer que adora Jorge Palma, o grande Jorge Palma, com quem se embebeda frequentemente sem que este saiba, e tem uma adoração quase canina por Pink Floyd. Até às estrelas, nas asas de um porco.

Nos dias que correm, é vê-lo por Lisboa, onde trabalha e vive. É vê-lo por lá, diz ele que a fazer menos asneiras, dedicando-se aos seus projectos e reinventando o amor.


Os direitos dos autores

VITOR HUGO / GATO PRETO

É permitida a cópia, distribuição e exibição de todo o material da autoria de Vitor Hugo / Gato Preto presente neste blog, apenas nas seguintes condições:

  • Exibição clara do nome do autor e do endereço de internet do Blog do Gato Preto, ou link para o mesmo:
    Vitor Hugo
    http://blogdogatopreto.blogspot.com/

  • Não utilização do material para fins comerciais;

  • Não alteração do material original, nem utilização do mesmo como base para outros trabalhos;

  • Para cada reutilização ou distribuição, deverá deixar claro para outros os termos da licença desta obra.
Quaisquer condições acima podem ser revistas ou revogadas, desde que obtida permissão por parte do autor do Blog do Gato Preto, contactável em vitorhfd@gmail.com.


OUTROS AUTORES

De todo o material utilizado no Blog do Gato Preto é feita referência, sempre que conhecida, ao(s) nome(s) do(s) autor(es). Ainda assim, todo aquele que se sinta justamente lesado pela publicação de material da sua autoria, só terá que contactar o autor do blog, para que o material em causa seja rapidamente retirado.


RESPONSABILIZAÇÃO

Naturalmente, o autor do Blog do Gato Preto não deverá, em circunstância alguma, ser responsabilizado pelo uso que outros possam fazer dos conteúdos aqui apresentados.


Creative Commons License
Blog do Gato Preto by Vitor Hugo is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.

6 comentários:

vermelho disse...

Hemingway, Steinbeck, Pink Floyd e Jorge Palma. Boas referências... Sabes que o Steinbeck renunciou a tudo o que escreveu durante os julgamentos da Caça às Bruxas nos Estados Unidos? Não se faz... Mas o mais importante é que os tenha escrito! O Inverno do nosso descontentamento atinge em cheio o vazio do american way of life. Quanto ao Hemingway e nas palavras de Charles Bukowski: When Hemingway put his brains to the wall with a shotgun, that was style...
Parabéns pela tua casa.
Abraço.

Gato Preto disse...

Ah, ah, ah! A vida e a arte, a arte e a vida...

Por acaso não sabia isso do Steinbeck, mas lá que era um grande escritor, isso eu sei. Hell with it, ser fraco é humano.

Obrigado e um abraço!

gatos pretos sem preconceito disse...

adorei seu blog e gostaria de fazer um a parceria com vc se nao tivesse problema http://gatopretosempreconceito.blogspot.com/
e me deixa seu link

obrigada

Vitor Hugo disse...

Olá visitante! Obrigado pela visita e pelo convite mas, nesta altura, o blog do Gato Preto encontra-se encerrado (http://blogdogatopreto.blogspot.com/2010/09/my-only-friend-end.html).

Outros afazeres impedem-me de ter o tempo necessário para se gerir um blog com a seriedade devida.

Vi que está a começar a sua aventura e o mais que posso fazer neste momento é desejar-lhe muito boa sorte!

yizucrap disse...

My cousin recommended this blog and she was totally right keep up the fantastic work!

clomid

Vitor Hugo disse...

Thanks a lot, yizucrap. I might be back sooner than I expected.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...